EXPOSIÇÕES EM EXIBIÇÃO


21 OUT 2023 - 3 MAR 2024
Exposição_Artistas selecionados
13º Prémio Amadeo de Souza-Cardoso

 

21 OUT 2023 - 3 MAR 2024
Ana Jotta
Comer e Existir

 

Amadeo de Souza-Cardoso
Viagem como ato de criação

 

 

   

Com curadoria de Lígia Afonso e Samuel Silva, a mostra apresenta obras dos premiados com o Prémio Amadeo de Souza-Cardoso - Mariana Caló e Francisco Queimadela - de Tiago Madaleno, a quem foi entregue o Prémio de Aquisição do Grupo dos Amigos da Biblioteca-Museu, a quem se juntam os artistas selecionados Catarina Real; Daniel Moreira e Rita Castro Neves; Daniel V. Melim; Francisco Venâncio; João Marçal; Luís Silveirinha; Maria Trabulo; Mónica Baptista; Nuno Henrique; Paulo Brighenti; Rita Ferreira; Rita Senra e Virgínia Mota.

 

No âmbito da atribuição do Grande Prémio Amadeo de Souza-Cardoso, a artista plástica Ana Jotta apresenta a exposição "Comer e Existir", que resulta de um conjunto de écrans de projeção pintados, nos quais formigas devoram sobremesas enquanto contemplam uma paisagem de Amadeo. A envolver alguns detalhes arquitetónicos da sala, a iguaria tradicional de Amarante, ligada aos rituais fálicos e de fertilidade de São Gonçalo, relaciona-se com o trabalho da artista e a obra "Sem título (Paisagem)" (1912), de Amadeo de Souza Cardoso.

 

"As viagens, então, são o grande livro do artista. São-lhe tão necessárias como a Bíblia e o latim a um padre. O alimento moral está no livro do mundo. Qual é esse livro? O próprio mundo - certamente. Ora, em todos os livros é preciso virar de folha; este virar de folha equivale aqui a uma viagem."

É com esta ideia de Amadeo como mote que lhe lançamos o desafio de fazer esta viagem expositiva.

 
FOLHA DE SALA | 13.º PASC          

Acácio Lino
Mestre da Pintura Histórica e Naturalista

 

Eduardo Teixeira Pinto
Fotografia

 

 

 

 

     

Acácio Lino impôs-se na pintura portuguesa como paisagista, afirmando-se também como intérprete de cenas rurais e excelente animalista, mas - acima de tudo - notabilizou-se como um Pintor da História.

 

 

 

 

 

 

 

 

Eduardo é o autor de livros contados através das suas fotografias onde os personagens são o granito, a água, a flora, os bichos e o Homem que interagem, dialogam e seguem argumentos "escritos" por si a todas as horas do dia com especial predilecção para a noite cerrada e para a madrugada intrincada. Nelas aparece o seu personagem principal: o nevoeiro.

 

 

 

 

 

     
           

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 


 
por thesign

VISITAS / CONTACTOS

Alameda Teixeira de Pascoaes
4600-011 Amarante - Portugal
+351 255 420 282 (Atendimento/Receção)
+351 255 420 262 (Projeto Educativo)
mmasc@cm-amarante.pt

        

| Política de Privacidade

| Termos e Condições

| Condições Gerais de Venda on-line